BitCoin & AltCoin

A Revolução Blockchain

Como explicar o termo "Criptomoedas"?

Fernando Ulrich: Bitcoin — A Moeda na Era DigitalFernando Ulrich: Bitcoin — A Moeda na Era DigitalCriptomoedas são ativos digitais que podem ser usados como meios de troca. Segue uma breve explicação sobre criptomoedas usando como exemplo o BitCin, por ser a criptomoeda mais usada mundialmente. Oque se aplica ao BitCoin, se aplica à maioria das criptomoedas.
BitCoins são criadas, mantidas e negociadas eletroniamente. Não existem unidades físicas ou materiais como cédulas ou moedas. Porém, BitCoin não é um derivativo do Real, do Dólar, do Euro ou de qualquer outra moeda emitida por um banco central, também chamadas de "moedas fiduciárias"[1].
Tampouco se trata de ações, mesmo que sejam negociadas e tratadas como tais, devido à falta de comprehensão de muitos participantes. Moedas de prata não são açoes só porque o preço da prata varia. O mesmo aplica-se às criptomoedas. Um padeiro aceitaria tanto uma moeda de prata quanto um BitCoin, mas não uma ação de qualquer companhia.
BitCoin, portanto, é um meio de troca independente, comparável a ouro ou prata. Nenhum banco, nenhum governo, nemhuma empresa, nenhum usuário controla o BitCoin. Nem mesmo o inventor.

Oque é Dinheiro?

Para realmente entender o que é o BitCoin, é necessário entender o dinheiro em si. Para a pessoa comum, o BitCoin aparenta ser uma versão digital daquele dinheiro que a pessoa usa diariamente para pagar, digamos, o chope no bar. A única diferenca aparente é o método de como pagar. Como é mais fácil passar uma cédula pro garçom em vez de fazer uma transação com um dispositivo eletrônico, a maioria prefere usar a cédula. - "Dinheiro sempre funcionou, por que complicar a vida usando um meio de pagamento tão difícil?" A maioria sempre prefere o Porto Seguro a atirar-se em águas desconhecidas. Essa maioria, que se crê navegando dentro de um Porto Seguro, na verdade encontra-se entre a Cila da desapropriação por meio de inflação e a Caríbde da desapropriação por meio de uma reforma monetária, que na verdade sempre é um redistribuição de bens.
É a simples inaptidão de entender como funciona o dinheiro fiduciário[1] que leva a maioria à convicção errónea, de que este dinheiro seja uma base sólida e segura, e criptomoedas sejam instáveis e inseguras. Quem entende o mecanismo, também entenderá que a realidade é justamente o contrário.

Qual é a Diferenca Fundamental entre Dinheiro Críptico e Dinheiro Fiduciário[1]?

Dinheiro fiduciário[1] é dinheiro criado pela Reserva Federal dos Estados Unidos, pelo Banco Central do Brasil, ou, no caso de outros países pelo Banco Central do devido país. Estes bancos tem controle total sob o dinheiro emitido por eles mesmos. São eles que controlam a quantia de dinheiro, a taxa básica. São eles que criam o dinheiro do nada (por isso, este dinheiro fiduciário também é chamado de "fiat money"[2]"), e, assim, determinam a taxa de inflação.
É alegado, que o banco central pertence ao governo, mas esta afirmação é simplesmente falsa. Nenhum parlamento controla o banco central, quem trabalha no banco central não é eleito - no máximo o acessor de imprensa. Geralmente os altos representantes dos bancos centrais são precedentes ou pelo menos vêm com "recomendações" de grandes bancos privados internacionais, como Goldman & Sachs ou J.P. Morgan. Enquanto alguém estiver condição e disposição de penhorar also imóveis, meios de produção, recursos naturais, impostos, etc.) e se endividar, estes bancos vão seguir gerando dinheiro do nada e emitindo empréstimos, cobrando juros, aumentando, assim a quantia de dinheiro, oque, por razões matemáticas, resulta em inflação. Uma inflação causada assim nada mais é do que um imposto disfarçado.
O governo, neste caso, se comporta como um dono de cinema, que vai ao banco pedir um empréstimo para poder comprar um ingresso para assistir um filme no seu próprio cinema. Já se ouviu dizer, que algum banco central estivesse endividado? Não. Quem sempre está individado é "o governo", e quem paga o pato é sempre o contribuinte.

Este esquema não se aplica somente ao assim chamado terceiro mundo. Vejamos a União Européia. Esta estrutura é dominada pela tróica. Quem é a tróica? E o Banco Central Europeu, o Fundo Monetário Internacional e a Comissão Européia - não o Parlamento Europeu. Ninguém na comissão Européia é eleito nem controlado por nenhum parlamento. Isto são instituições privadas agindo de interesse próprio. O presidente do BCE é Mario Draghi, que veio diretamente do Goldman & Sachs. E enquanto o parlamento Europeu discute anos sobre o grau de envergadura do pepino produzido na União Européia, a tróica decide sobre as leis monetárias. Por meio de contratos e institutos internacionais, como o Banco de Compensações Internacionais ou o Instituto Financeiro Internacional, é assegurado que os bancos centrais cumpram as diretivas e os padrões estabelecidos pelos bancos que constituem a reserva federal dos Estados Unidos. Em outras palavras: O governo deve ao banco central que deve à reserva federal. O governo é o capataz que obriga os escravos a obedecerem. Os grandes bancos internacionais que controlam o dinheiro e por meio do dinheiro, o governo, são os donos da plantação. Os banco centrais estão sob o comando supremo do Federal Reserve, que é tão "federal" quanto o Federal Express.

Oque o BitCoin tem a ver com isso?

Exatamente... Nada! BitCoins não são gerados por uma instituição que simplesmente cria dinheiro do nada quando algum infeliz se individa. BitCoins são geradas em um processo chamado "mining" (do inglês "mineração, excavação, extração"), similar à mineração de ouro, que no mundo analógico, também só pode ser criado por meio da mineração. Indivíduos na rede são recompensados por seu trabalho, que consiste em verificar, confirmar e criptografar transações de BitCoin num livro fiscal público. Isto é óbviamente feito por máquinas, e não por seres humanos. E pelo fato destas tarefas se tornream mais complexas com cada transação, já a arqquitetura do sistema impõe um limite à quantia de BitCoins que podem ser emitidas. A proteção contra a inflação está no tecido da própria moeda, devido à escassês, comparável a ouro ou prata.

BitCoin é a versão digital do ouro - com certas capacidades adicionais.

Simone Francisca da Silva: Descobrindo a BitcoinComo quase sempre, bens digitais têm vantagens em comparação com benz analógicos. Um filme como download digital, por exemplo, é mais barato, não ocupa espaço na estante, não é necessário sair na chuva para buscar o DVD, nem pagar a remessa e esperar no mínimo 24 horas até o DVD for entregue, possivelmente só para descobrir que o DVD está danificado.
Mais ou menos da mesma maneira como um download digital se relaciona a um DVD, o BitCoin se relaciona a ouro ou prata. Não é necessário derretê-lo para obter uma unidade menor, nem calcular quantas unidades se deve receber em troco. Tampouco é necessário um banco ou um esconderijo ou um cofre para depositar BitCoins. E uma entrega pessoal tampouco é necessária. Uma transação entre Piracicaba e Pequim é efetuada sem banco ou intermediário e praticamente sem taxas de transferência nem despesas de câmbio. A transação é totalmente transparente, impossibilitando tanto o remetente quanto o destinatário de transmitir ou fornecer informações falsas, mantendo, ao mesmo tempo, a anonimidade de ambos os partidos.
Existem mais outras vantagens do BitCoin sobre o ouro: BitCoins não podem ser roubados[3], não podem ser declarados inválidos por nenhum banco central, não podem ser regulados, prohibidos apreendidas ou confiscados por nenhum governo. Não existe um escritório, uma filial, uma empresa que pudesse ser fechada, não existe dono, gerente ou encarregado que pudesse ser pressionado, comprado, preso, ameaçado ou eliminado.

BitCoin: O Futuro do Dinheiro...

BitCoin é muito mais doque somente bits e bytes, ou uma simples inovação técnica. BitCoin é uma declaração de guerra ao poderoso cartel bancário. É dinheiro livre. É o sol da liberdade amanhecendo sobre o solo ensanguentado, do qual os cientistas bancários obtiveram abundantes colhetas. Os membros deste cartel parasitário, que desde muitos séculos vive do suor e do sange da humanidade, irão tentar tudo para impedir os escravos de buscar sua liberdade. Seu melhor aliado será, como sempre foi, a ignorância do povo. É uma luta de David contra Golias.

»Se os cidadãos realmente entendessem o nosso sistema bancário e financeiro, haveria uma revolução antes do amanhecer.«

Henry Ford



[1] Moeda fiduciária é qualquer título não-conversível, ou seja, não é lastreado a nenhum metal (ouro, prata) e não tem nenhum valor intrínseco. Seu valor advém da confiança que as pessoas têm em quem emitiu o título. Clique aqui para uma explicação mais detalhada sobre o sistema bancário.

[2] 'Fiat Money' significa, traduzido: 'Haja dinheiro'. Como disse Deus: "Haja luz" (em latim: "fiat lux"), e houve luz. O cartel bancário, sobretudo a FED com os seus subordinados FMI e Banco Mundial e outros, gera o dinheiro dizendo: "Haja dinheiro" - e o dinheiro se faz.
Por "dinheiro fiat" se entende "dinheiro de banco central". Isto inclui dolar, euro, libra, iene, iuane e qualquer outro tipo de moeda emitida por banco central. Dinheiro fiat é o dinheiro mais usado no mundo e ao mesmo tempo o menos confiável.

[3] Enquanto o dono - e somente o dono - controlar sua chave criptográfica privada.


© 2017 by Markus Besold